Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala

VIAGEM MEDIEVAL EM TERRA DE SANTA MARIA

18-07-2018

O maior espetáculo de recriação histórica da Europa dedicado ao período medieval estará de volta a Santa Maria da Feira, entre 1 e 12 de agosto!

VIAGEM MEDIEVAL EM TERRA DE SANTA MARIA

VIAGEM MEDIEVAL EM TERRA DE SANTA MARIA

No final do reinado de seu pai, o infante D. Pedro já participava na administração do reino, tendo a seu cargo toda a sua jurisdição. Assim, ao ser aclamado Rei de Portugal e do Algarve, D. Pedro I conhecia melhor do que ninguém o seu território, percorrendo-o de lés-a-lés e levando a justiça a todas as partes fazendo-a “aos modos antigos”, por vezes com excessiva dureza e pouco rigor: o Cruel ou o Justiceiro seria mais carrasco do que juiz.

O povo sentia a sua proteção, chamando-o de justiceiro. A nobreza temia-o e respeitava-o e, ao contrário dos seus antecessores, foi brando para com alguns senhores. Quanto ao clero, as antipatias e desagrados adensavam-se, promovendo uma política de afirmação do Estado perante a Igreja.

Promoveu leis que fomentaram o comércio marítimo, criou novos concelhos, regulamentou a agricultura e as pastagens, e a nível internacional manteve boas relações com Castela, apesar do difícil jogo de desavenças internas no reino vizinho.

Quase sempre identificado pelo episódio de vingança contra os carrascos de Inês de Castro, D. Pedro I reinou apenas dez anos, conduzindo Portugal à prosperidade financeira e à paz com os reinos vizinhos.

 

Bilhetes Experiência

Os Bilhetes Experiência são a forma de viver e explorar a Viagem da forma mais plena e diversificada, com o melhor acolhimento que a XXIIª edição do maior evento de recriação Histórica da Europa tem para oferecer. Esta promete ser uma mescla única de história, património, animação e gastronomia, sendo para os participantes um momento de intensidade memorável! De 1 a 12 de agosto, Santa Maria da Feira recua no tempo e vai até ao reinado de D. Pedro I. Conhecer a Viagem Medieval significa percorrer os seus recantos, viver o espírito que nela se vive, sentir os momentos e locais mais emblemáticos que deixam as suas marcas em cada um de nós. Esta é a grande diferença entre ir à Viagem e estar na Viagem… Boa Viagem Medieval!

 

Sabia que...

 

O protagonista ou protagonistas da imagem de cartaz de cada edição são selecionados através de um casting aberto a todos os que nele queiram participar. Geralmente são selecionados os “monarcas” da recriação correspondente ao reinado que a edição retrata. Médicos, dentistas, fisioterapeutas, entre outros profissionais, puderam ser reis e rainhas de Portugal! Um total de 1.500 pessoas tornam possível a realização de um evento com mais de 700.000 visitantes, e que apoia a produção do filme “A Trança de Inês”, realizado por António Ferreira com estreia marcada para outubro deste ano.

 

 

Partilhar