>

Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala

Entrevista com o Vodafone Paredes de Coura

26-07-2018

Um festival que se faz de música e cumplicidade! O Vodafone Paredes de Coura regressa à praia fluvial do Taboão de 15 a 18 de agosto.

Entrevista com o Vodafone Paredes de Coura

Vodafone Paredes de Coura

Como evoluiu este festival de 1993 até hoje?

 

O festival começou com um grupo de amigos, nasceu de uma brincadeira de miúdos em que o objetivo era passarmos um bom momento. Depois foi crescendo e o público foi crescendo com ele. É com alegria que vemos que muitas bandas ganham dimensão depois de passarem pelo festival e que, não raras vezes, querem voltar. São cada vez mais os artistas que conhecem o festival e querem tocar nele. Isto para não falar na evolução natural das estruturas e das melhorias que se vão fazendo em termos de produção todos os anos.

 

 

Sentem maior responsabilidade perante o vosso público por serem um dos festivais mais antigos e reconhecidos em Portugal?

 

Claro que sim. Temos feito um percurso que tem influenciado muita gente e sentimos que somos responsáveis pela forma de ouvir música em Portugal. É uma grande responsabilidade saber que influenciamos bandas e pessoas a seguirem os seus projetos, até a fazerem festivais. É motivo de orgulho perceber a influência que o festival teve e continua a ter.

 

 

Que bandas se destacam na edição deste ano?

 

Arcade Fire, obviamente, pela dimensão da banda e pelo regresso do grupo a um sítio onde foi tão feliz. Destaco também The Blaze que deverá ser um dos grandes concertos desta edição. Será a primeira vez de Lucy Dacus em Portugal, e teremos Confidence Man ou Skepta.

 

 

Quem ruma ao Vodafone Paredes de Coura vai à procura de quê?

 

O Vodafone Paredes de Coura é sinónimo de qualidade, quer musical quer de infraestruturas. Quem vai ao festival procura, claro, boa música e tempo de qualidade. O maior tesouro que temos é a confiança das pessoas em nós.

 

 

O que é que este festival tem que outros não têm?

 

Cumplicidade. Não foi fácil fazer um festival no Alto Minho mas as pessoas foram crescendo connosco e partilhando as nossas lutas. Esta transparência e relação próxima típica do Vodafone Paredes de Coura é o que o diferencia e faz com que seja tão especial.

 

 

O que dizem os fãs do Vodafone Paredes de Coura sobre o festival nas redes sociais?

 

Os fãs do festival são muito especiais. Gostamos de manter uma relação próxima com eles e o que dizem nas redes sociais é o espelho dessa proximidade. Só conversando e trocando ideias percebemos como pensa o nosso público. Gosto de acreditar que esta minha proximidade com as pessoas contribuiu para que o Vodafone Paredes de Coura seja cada vez mais um festival de afetos.

 

 João Carvalho, Diretor do Vodafone Paredes de Coura

Partilhar