>

Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala

Entrevista com a Organização da ULTRA MARATONA ATLÂNTICA MELIDES-TRÓIA

09-02-2018

A praia de Melides é o ponto de partida de uma corrida única no país e em toda a Europa. A adrenalina é garantida quer se opte pelos 43 km da Ultra Maratona Atlântica ou, em alternativa, pelos 15 km da Corrida Atlântica.

Entrevista com a Organização da ULTRA MARATONA ATLÂNTICA MELIDES-TRÓIA

ULTRA MARATONA ATLÂNTICA MELIDES-TRÓIA

Correr entre o mar e a montanha!

O enquadramento é único e a prova não tem par, quer em Portugal, quer na Europa. A frente atlântica com a Serra da Arrábida a servir de pano de fundo, uma extensa linha de praias de areia fina e dourada, com o sol a servir de bússola. Estão reunidas condições excecionais para uma corrida de resistência física e psicológica, que começa na praia de Melides e termina em Tróia. Trata-se da Ultra Maratona Atlântica Melides-Tróia que vai juntar centenas de pessoas no dia 1 de julho.

 

 

Quais as principais diferenças entre a Ultra Maratona e a Corrida Atlântica?

 

As principais diferenças residem essencialmente na distância. A Ultra tem 43 km e a Corrida Atlântica, 15km. A primeira parte da Ultra é corrida num piso mole, enquanto a Corrida Atlântica é sempre realizada em piso rijo.  

 

 

Que troços se destacam pela sua dificuldade e paisagem natural?

 

Como referido anteriormente, o primeiro troço da Ultra é mais exigente e, uma vez que é percorrido junto à Costa Vicentina, a paisagem é espetacular.

 

 

Nas edições anteriores concorreram participantes de outras nacionalidades. Quais os países mais representados?

 

Em edições anteriores participaram doze nacionalidades. Espanha e França foram os países com maior número de participantes.

 

 

Os participantes são sobretudo jovens atletas com muita experiência neste tipo de eventos?

 

Não, esta é uma prova de e para todas as idades, bem como para todas as pessoas com aptidão para participar.

 

 

Para correr em piso de areia é precisa uma grande preparação física? Há alguns cuidados especiais a ter?

 

Sim, será importante um bom planeamento, que passa por treinos específicos para este tipo de piso. Os atletas devem ter cuidados especiais como a hidratação e alimentação durante a prova. Além disso, devem proteger-se convenientemente do sol.

 

Pedro Melo, Diretor Ganhardestak

Partilhar