Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
TERRITÓRIO III

TERRITÓRIO III

Teatro & Arte | Dança

Teatro Camões

Teatro Camões
Classificação Etária
Maiores de 6 anos
Bilhete Pago
A partir dos 3 anos
2020
set
12
a
2020
set
13
Realizado

Duração

60 minutos

Promotor

OPART - Organismo de Produção Artística, EPE

Sinopse

2020 marca a 3ª edição deste programa dos Estúdios Victor Córdon. Território, serve de plataforma a jovens bailarinos de várias regiões do país.
Para além dos inúmeros jovens bailarinos que o programa já integrou nas edições anteriores, contámos também com coreógrafos de referência - Alexander Ekman, Douglas Lee, Filipe Portugal e Maurice Causey. Na presente edição, contaremos com peças de Marco Goecke e Iratxe AnsaIgor Bacovich, para além do vídeo dança da autoria de João Vaz, no âmbito da parceria com o InShadow Lisbon ScreenDance Festival.

Coreógrafos
MARCO GOECKE
IRATXE ANSA/IGOR BACOVICH

Realizador
João Vaz (vencedor do prémio TerritórioEstúdios Victor Córdon, categoria Melhor Realizador Nacional do InShadow Lisbon ScreenDance Festival 2019)

Bailarinos
Ana Sofia Sousa, Anastasia Russkikh, Diana Brandão, Diana Faria, Henrique Pedro, Inês Costa, Isabel Rochael, Leonor Marante, Margarida Abreu, Maria Matilde Correia, Raquel Gonçalves e Sara Gomes.

Escolas participantes
Academia de Dança Contemporânea de Setúbal, Escola da Companhia de Dança do Algarve, Conservatório Internacional de Ballet e Dança Annarella Sanchez, EntArtes Escola de Dança, Ginasiano Escola de Dança e Sociedade Filarmónica Gualdim Pais.

Parceiro
InShadow Lisbon ScreenDance Festival

Ficha Artística

IRATXE ANSA/IGOR BACOVICH

Iratxe nasceu em San Sebastian, Espanha, onde iniciou os seus estudos no Conservatório Superior de Música, antes de se graduar na Escola John Cranko em Estugarda, na Alemanha.
Dançou no Ballet de Basel e no Ballet Gulbenkian, antes de integrar a Companhia Nacional de Danza, em Madrid, sob a direção de Nacho Duato. Posteriormente, integrou o Ballet da Ópera de Lyon e o Nederlands Dance Theatre , então dirigido por Anders Hellstrom.
Trabalhou com coreógrfos como: Nacho Duato, William Forsythe, Jiri Kylian, Mats Ek, Jacopo Godani, Johan Inger, medhi Walerski, Crystal Pite, Ohad Naharin, Wayne McGregor, Alexander Ekman, entre outros.
Foi distinguida com diferentes prémios em competições coreográficas como: the International Solo, Tanz Theater Festival, Certamen Coreografico de Madrid e foi premiada pela sua trajectória artística pela Associação de Profissionais da Dança (Espanha) em 2007.
Desde 2009, depois de sair do Nederlands Dance Theatre, tornou-se uma artista freelance, tendo dançado, coreografado e ensinado em diversos países à volta do mundo.
Igor Bacovich é um bailarino, coreógrafo e professor italiano, que estudou na Accademia Nazionale di danza, em Itália e terminou a sua formação na CODARTS, Holanda. No mesmo país trabalhou com coreógrafos como: Bruno Listopad, Krisztina de Chatel, Nanine Linning, entre outros.
De 2008 a 2014 trabalhou em áreas sociais na Holanda e Espanha.
Iratxe e Igor iniciam o seu trabalho artístico em colaboração desde 2013. Desde logo, compreenderam que os seus diferentes percursos e abordagens podiam complementar as suas necessidades e visões artísticas.
Desde o início da sua colaboração que trabalharam à volta do mundo em múltiplos campos como a coreografia, a dança, o ensino, a produção e a criação de trabalhos artísticos numa estreita relação com artistas visuais.
A experiência que reuniram, fê-los aperfeiçoar a sua abordagem de maneira a poder adaptar-se em múltiplas situações, gerando uma linguagem universal, de forma a chegarem a uma grande variedade de culturas e públicos.
Ao longo da sua colaboração, desenvolveram o seu próprio método em dança, método Metamorfósico, e são fundadores do Metamorphosis Dance Project.
Até ao momento, a dupla trabalhou em mais de 30 países e coreografou cerca de 20 peças de dança.


MARCO GOECKE

Marco Goecke nasceu em Wuppertal, Alemanha. Estudou dança na Heinz-Bosl-Stiftung, em Munique, assim como no Real Conservatório de Haia e trabalhou na Staatsoper im Schiller Theater em Berlim e no Teatro de Haia. Depois de coreografar trabalhos em Haia e para o Stuttgart Ballets Noverre-Society, Marco Goecke criou bailados para o New York City Ballet (Mopey, 2004) e Stuttgart Ballet (Sweet Sweet Sweet, 2005). Em 2005, tornou-se o coreógrafo residente do Stuttgart Ballet.
A sua interpretação de bailados clássicos como: O Quebra-Nozes, 2006, foi bastante aclamada tal como a peça Alben (2008), Fancy Goods (2009), Orlando (2010), in sensu (2011), Black Breath (2012), Dancer in the Dark (2012) and On Velvet (2013).
Criou também para outras companhias como: Hamburg Ballet, Leipziger Ballett, Nederlands Dans Theater, Norwegian National Ballet, Pacific Northwest Ballet, Les Ballets de Monte-Carlo, The Berlin State Ballet, Sao Paulo Companhia de Dança e Zurich Ballet.
Depois de ter trabalhado como coreógrafo residente no Scapino Ballet, em Rotterdão, ao longo de cerca de sete anos, Marco Goecke aceitou a posição de coreógrafo residente no Nederlands Dans Theater em 2013.


JOÃO AFONSO VAZ

Os primeiros passos são dados num curso da NYFA e, posteriormente, no curso de Cinema da Universidade Lusófona. A sua ligação ao audiovisual foi-se desenvolvendo através do seu trabalho como Op. Cam e Diretor de Fotografia em séries, curtas-metragens e documentários. Fundou os Maus Da Fita, que pretende ser um ponto de confluência entre criadores e artistas para a produção de conteúdos audiovisuais.

Preços

Preço único - 5€

Transportes Públicos

Autocarros Carris: 728 e 26B

-
Partilhar

Serviços Adicionais