Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
A Tragédia de Júlio César

A Tragédia de Júlio César

Teatro & Arte | Teatro

São Luiz Teatro Municipal

Luis Miguel Cintra
Classificação Etária
A classificar pela CCE
Bilhete Pago
A partir dos 3 anos
2020
mar
26
a
2020
mar
29

Próxima Sessão

26 mar 2020 20:00
Dias
Hrs
Min
Seg

Duração

150 minutos

Intervalo

Com Intervalo.

Promotor

EGEAC, Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural

Sinopse

Júlio César quer o poder numa Cidade que sabe estar minada pela podridão, pela intriga, pela alienação. O mote para o desenvolvimento da trama é o terrível incómodo que o poder e a influência conquistada por César gera nos seus companheiros políticos. Afinal, todos querem o seu quinhão. Para resolver a questão organiza-se um golpe de estado. O texto é todo ele feito de justificações para o assassinato e das suas consequências. O percurso até esse assassinato é feito de discursos que apontam para os valores da vida política, de juízos e de vontades sobre o que se quer estabelecer. Depois de César morto as figuras do poder armam-se de discursos para manipular a população. A Tragédia de Júlio César título com que a peça aparece na sua primeira edição fala da cegueira e volatilidade do povo e de quem o governa, das sangrentas lutas pelo poder, de vida privada e responsabilidade pública, e da imensa tensão entre política e moral. É também sobre a ilusão de estarmos a decidir por nós mesmos. É a tragédia de quem assume o poder julgando que não pode ser justo quem governa um mundo injusto, e assim se condena à morte pela mão dos seus. Por ambição, como dizem os honestos? Por não saber ouvir? Não importa. Quem quiser reinar num mundo injusto terá de ser tirano. E por ser tirano será abatido. E sendo abatido dará lugar a nova tirania, mais injusta do que a sua, numa Cidade que o terá abatido menos para se purificar que para esconjurar uma culpa que é incapaz de reconhecer. Mais do que a tragédia de um homem ou a tragédia do poder, Júlio César é a tragédia da própria Cidade, da própria vida de todos os seus cidadãos. Júlio César é a tragédia de Roma. E Roma é a nossa vida em comum.

Preços

  • 1ª Plateia - 15€
  • 2ª Plateia - 12€
  • Frisas - 12€
  • Frisas - 12€
  • Frisas - 12€

Descontos

  • Cartão São Luiz
  • Maiores de 65
  • Menores de 25

-
Partilhar
Cartão São Luiz

Serviços Adicionais