Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
O Pranto de Maria Parda

O Pranto de Maria Parda

Teatro & Arte | Teatro

Aud. Mun. Peso da Régua

Auditório
Classificação Etária
Para todos os públicos
Bilhete Pago
Todas as Idades
2019
out
19
Realizado

Duração

90 minutos

Abertura Portas

21:15

Intervalo

Sem Intervalo.

Promotor

Câmara Municipal do Peso da Régua

Breve Introdução

No livro quinto da Compilação, que he das trovas & cousas meudas, vêm as trovas de Gil Vicente em nome de Maria Parda fazendo pranto porque vio as ruas de Lixboa com tam poucos ramos nas tavernas & o vinho tam caro & ella nem podia viver sem elle.

Tendo visto vaguear pelo escuro das ruelas a figura desgrenhada e andrajosa de Mara Parda, a farejar nos antros das tabernas as exalações ácidas das pipas vazias, Gil Vicente, como Demócrito, pretendeu tirar da própria dor popular a gargalha do seu remédio. Foi então que compôs e fez publicas as trovas em noma da Maria Parda, em folha volante destinada a aliviar o geral espanto e quase desesperação do povo.

Neste espectáculo, público e actores confundem-se no desenrolar da acção dramática: com recurso a adereços e guarda-roupa da época de quinhentos, o público é convidado a assumir "personagens" vicentinas, participando activamente no espectáculo, nomeadamente no cortejo/procissão final que leva "em andor" a principal personagem, Maria Parda, mais pobre que os pobres que de goelas secas, morre à sede de vinho por não ter quem lho vendesse fiado

Preços

Bilhete  Único - 5,00€

-
Partilhar