Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
Close-Up | MANDY

Close-Up | MANDY

Teatro & Arte | Cinema Ficção

Casa das Artes Famalicão

Pequeno Auditório
Classificação Etária
Maiores de 18 anos
Bilhete Pago
A partir dos 3 anos
2019
out
18
Realizado

Duração

120 minutos

Abertura Portas

23:00

Intervalo

Sem Intervalo.

Promotor

Município de Vila Nova de Famalicão

Breve Introdução

Close-Up - Observatório de Cinema de Vila Nova de Famalicão
Episódio 4 - de 12 a 19 de outubro

MANDY de Panos Cosmatos
18 de outubro, sexta-feira, 23:15
Pequeno Auditório
Entrada: 2 euros / Cartão quadrilátero: 1 euro
Entrada livre: Estudantes, Seniores, Associados de Cineclubes
M/ 18 anos
Duração: 120 minutos

Cinema Mundo

MANDY de Panos Cosmatos, comentado por Carlos Natálio e João Monteiro

Red e Mandy (Nicolas Cage e Andrea Riseborough, respetivamente) levam uma vida tranquila numa cabana isolada junto a um lago do Colorado (EUA). Um dia, a sua casa é invadida por membros de uma seita religiosa que matam Mandy e deixam Red à beira da morte. Traumatizado, apenas uma coisa o mantém preso à vida: um intenso desejo de punir os responsáveis. Estreado no Festival de Cinema de Sundance (EUA), um filme de terror realizado pelo canadiano de origem italiana Panos Cosmatos ("Beyond the Black Rainbow").

Título original: Mandy
Realização: Panos Cosmatos
Duração: 120 minutos
Origem: E.U.A
Género: Ficção
Classificação Etária: M/ 12 anos
Ano: 2018



CLOSE-UP - Observatório de Cinema: o Tempo
4.º episódio, de 12 a 19 de outubro na Casa das Artes de Famalicão

De 12 a 19 de outubro, em vários espaços da Casa das Artes, o quarto episódio do Close-up - Observatório de Cinema, apresentará cerca de 40 sessões de cinema contemporâneo cruzadas com a história do Cinema, incluindo um passeio pelo Cinema Francês com dois protagonistas Agnès Varda e Jean-Luc Godard, sob o mote do Tempo (o que passa e o tempo do Cinema), incluindo filmes-concerto em estreia pela Orquestra de Jazz de Matosinhos e pelos Mão Morta, filmes comentados por realizadores, jornalistas e académicos, sessões especiais e ante-estreias, e um panorama em volta da obra de Eduardo Brito. Haverá também espaço para conversas, música e poesia no café-concerto e no foyer, e sessões para famílias e para escolas, com filmes, oficinas e uma masterclasse de Pedro Serrazina.

-
Partilhar
Quadrilátero