Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
SÓCRATES TEM DE MORRER - 2. A VIDA DE JOHN SMITH

SÓCRATES TEM DE MORRER - 2. A VIDA DE JOHN SMITH

Teatro & Arte | Teatro

São Luiz Teatro Municipal

Luis Miguel Cintra
Classificação Etária
A classificar pela CCE
Bilhete Pago
A partir dos 3 anos
2018
dez
06
a
2018
dez
09
Realizado

Duração

90 minutos

Promotor

EGEAC, Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural

Sinopse

A Vida de John Smith 2º Episódio

A Vida de John Smith é o 2º episódio do díptico Sócrates Tem de Morrer. Neste episódio, Paulo, Pedro, Raquel, Ana e Sócrates (reencarnado em John Smith) acordam de um longo sono, num Museu de História Natural. São despertados por três membros da Academia: Aquela (Miguel Moreira), Aquele (Pedro Gil) e Aqueloutro (Maria Leite) que se encarregam de lhes apresentar o mundo que emergiu da utopia desenhada no 1º episódio: uma comunidade definida pela primazia da alma em relação ao corpo. Memória, linguagem, ficção, filiação, diferença e alteridade, são os temas que alimentam a discussão em que todos têm que chegar a uma decisão sobre o futuro deste novo mundo, em perigo perante uma ameaça sem precedentes numa homenagem a Fédon, de Platão, e ao cinema de ficção científica de série B.

Texto e Encenação: Mickaël de Oliveira; Interpretação: Albano Jerónimo, Ana Bustorff, Maria Leite, Miguel Moreira, Paulo Pinto, Pedro Gil, Pedro Lacerda, Raquel Castro, Solange Freitas; Assistência de encenação: Solange Freitas; Cenografia: António MV; Desenho de luz: Rui Monteiro; Música e Interpretação: Diogo Ribeiro; Figurinos: Sara Coimbra Loureiro; Vídeo: João Pedro Fonseca; Caracterização: Jorge Bragada; Fotografia: Bruno Simão; Tradução (Latim e Grego): Carlos Jesus; Direção de produção: Armando Valente
Coprodução: Colectivo 84, Centro Cultural Vila Flor, Teatro Viriato e São Luiz Teatro Municipal

Partilhar

Serviços Adicionais

Veja ainda:

É PRÓ MENINO E PRÁ MENINA

Teatro & Arte | Teatro

São Luiz Teatro Municipal

Sala Mário Viegas

IL CIELO NON È UN FONDALE

Teatro & Arte | Teatro

São Luiz Teatro Municipal

Luis Miguel Cintra